Notícias » Mundo

Elon Musk vendeu mais de US$ 4 bilhões em ações da Tesla

A maior empresa automotiva do mundo despencou seu valor de mercado após acordo de compra do Twitter; entenda

Alan de Oliveira | @baco.deoli sob supervisão de Penélope Coelho Publicado em 29/04/2022, às 14h10

Elon Musk, fundador da SpaceX e CEO da Tesla
Elon Musk, fundador da SpaceX e CEO da Tesla - Getty Images

Elon Muskvendeu parte de suas ações na Tesla — empresa que é cofundador — em um valor maior que US$ 4 bilhões de dólares, na segunda-feira, 25, após o anúncio do acordo efetuado para ser sócio majoritário das ações do Twitter.

Segundo a Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos, a venda aconteceu dois dias seguintes ao fechamento de acordo pela rede social. As informações são do portal de notícias g1. 

No acordo, Musk negociou 4,4 milhões de ações, uma pequena fração de sua participação na Tesla. O bilionário ainda possui mais de 168 milhões de ações da montadora através de fundos.

Para concretizar a aquisição do Twitter, o homem mais rico do mundo disse que usaria sua fortuna pessoal para pagamento dos US$ 21 bilhões. O restante seria financiado por dois empréstimos do banco 'Morgan Stanley'.

Em seu perfil no Twitter, ele respondeu um seguidor, aliviando suas preocupações:

"Não há mais vendas planejadas de TSLA (símbolo das ações da Tesla na Bolsa) depois de hoje", escreveu Musk na noite de quinta-feira.

Transição

Uma das dúvidas sobre o acordo de compra da rede social era justamente a respeito de ondeMusk iria retirar o capital para a oferta de US$ 21 bilhões de dólares. Agora, é possível ver que parte do valor foi deslocado de investimentos em outras empresas, o que em primeiro momento, disse que não aconteceria.