Notícias » Brasil

Em Cuba, Lula foi diagnosticado com o novo coronavírus

Já recuperado, o ex-presidente agradeceu pela "dedicação dos profissionais de saúde e do sistema de saúde pública cubano"

Redação Publicado em 21/01/2021, às 22h31

Imagem meramente ilustrativa de Luiz Inácio Lula da Silva em pronunciamento
Imagem meramente ilustrativa de Luiz Inácio Lula da Silva em pronunciamento - Wikimedia Commons

O ex-presidente Lula divulgou nesta quinta-feira, 21, que testou positivo para Covid-19 durante sua estadia em Cuba. Segundo o político, ele havia chegado ao país no mês de dezembro. Além de recuperado, Lula explicou que não precisou de internação enquanto se recuperava.

Em nota, fora explicado que o político passou por uma tomografia que apresentou um status incomum no pulmão. O exame mostrou lesões que se relacionam com “broncopneumonia associada à Covid-19”.

Em comunicado, ele afirmou que teve acompanhamento de Alexandre Padilha, que atuou como ministro da Saúde e que o profissional esteve "em contato direto e diário com os médicos cubanos". Inclusive, ele chegou a agradecer os profissionais do país pela "dedicação dos profissionais de saúde e do sistema de saúde pública cubano".

Com a produção de documentário, Lula também explicou que a viagem até Cuba foi feita com uma comitiva que contava com nove pessoas.

Apenas uma não testou positivo para Covid-19. Além disso, o único que precisou de internação foi Fernando Morais, que acabou sofrendo com problemas pulmonares.

Voltando para São Paulo na última quarta-feira, 20, o ex-presidente revelou "que decidiu comunicar a doença apenas na chegada ao Brasil para preservar sua família e a dos demais infectados".