Notícias » Brasil

Em defesa de Sérgio Reis, Mario Frias aponta que operação "compromete a cultura nacional"

O secretário especial da cultura, Frias defendeu o cantor por meio de uma publicação no Twitter; entenda!

Redação Publicado em 21/08/2021, às 09h52

Á esquerda, Mário Frias. À direita, o cantor Sérgio Reis.
Á esquerda, Mário Frias. À direita, o cantor Sérgio Reis. - Wikimedia Commons/Isac Nóbrega - Antonio Cruz/Agência Brasil

Na última sexta-feira, 20, o secretário Especial de Cultura, Mario Frias, usou suas redes sociais para defender Sérgio Reis — quem tornou-se alvo de uma operação da Polícia Federal (PF).

O cantor começou a ser investigado a pedido do Supremo Tribunal Federal (STF) após o vazamento de um áudio no qual afirmava que iria, junto a um grupo de caminhoneiros, invadir a Corte para retirar ministros do cargo. 

Em seu perfil no Twitter, Frias escreveu a seguinte mensagem: "Quando um artista da relevância e da importância do Sérgio Reis é tratado como uma ameaça ao Estado de Direito, isso compromete a cultura nacional, pois não há cultura artística sem liberdade. Deus proteja nossa nação".

Conforme informou a PF, em nota, o objetivo da operação é "apurar o eventual cometimento do crime de incitar a população, através das redes sociais, a praticar atos violentos e ameaçadores contra a Democracia, o Estado de Direito e suas Instituições, bem como contra os membros dos Poderes".