Notícias » Estados Unidos

Em despedida final, filho é erguido por caminhão para ver a mãe pela janela do asilo

O caso aconteceu nos Estados Unidos, quando Scott Wolf não obteve permissão para chegar perto da mãe em decorrência da pandemia

Penélope Coelho Publicado em 02/10/2020, às 12h01

Homem sendo levantado por um caminhão do lado de fora do asilo
Homem sendo levantado por um caminhão do lado de fora do asilo - Divulgação / Patch/Miranda Mauro

Um caso emocionante que aconteceu em abril deste ano só foi divulgado nesta semana pela mídia estadunidense, trata-se da história de Scott Wolf, filho de Jean, uma mulher de 94 anos. Na ocasião, o homem gostaria de se despedir de sua mãe, que estava internada em um asilo, mas, foi impedido por medidas de segurança implantadas durante a pandemia.

Porém, de acordo com as informações divulgadas pelo portal de notícias UOL, Wolf foi ajudado por uma funcionária e conseguiu ver sua mãe após ser erguido por um caminhão do Corpo de Bombeiros.

Com o auxílio de uma cabine suspensa, o homem pôde ver sua mãe através da janela do quarto em que ela estava. A funcionária que ajudou Scott recebeu autorização para abrir a janela e assim, mãe e filho se viram pela última vez, já que Jean faleceu um dia depois do encontro.

"Fiquei tão feliz por poder vê-la. Não sei como descrever. Estou tão feliz por ter podido fazer uma última visita com ela", afirmou Scott em entrevista. O chefe do corpo de bombeiro local, Tom Marshall, disse que se sente muito agradecido por ter conseguido ajudar na realização dessa visita emocionante.