Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / China

Em entrevista ao vivo, idosa critica governo chinês e é censurada

Mulher foi indagada sobre políticas de isolamento em Xangai e declarou: “Isso é uma grande piada"

Fabio Previdelli Publicado em 01/06/2022, às 16h11

Idosa sendo entrevistada pela mídia estatal - Divulgação/ Redes Sociais
Idosa sendo entrevistada pela mídia estatal - Divulgação/ Redes Sociais

Nesta quarta-feira, 1, o governo chinês anunciou o fim parcial do confinamento e a reabertura do comércio após dois meses de duras restrições na cidade de Xangai, em virtude do aumento de casos de Covid-19 na região. 

Para registrar a data, a mídia estatal chinesa foi às ruas para registrar as pessoas retomando suas atividades. No entanto, ao entrevistarem uma idosa, a situação se tornou um tanto quanto constrangedora. 

Segundo reportado pelo G1, algumas entrevistas ao vivo estavam sendo feitas dentro de uma das linhas do metrô que foram reabertas quando a senhora se aproximou. Neste momento, um repórter lhe pergunta o que ele achava do confinamento pelo qual os moradores foram submetidos. 

Desde que eu nasci, nunca sofri nada como isso, ser trancada em casa sem poder sair. Isso é uma grande piada", declarou. 

Antes de terminar suas críticas, porém, o microfone foi retirado de perto da idosa e o cinegrafista começou a gravar outra cena.  

Isolamento criticado 

Devido a política de “Covid zero”, o governo chinês passou a isolar regiões e até mesmo cidades inteiras quando casos de Covid-19 começam a ser identificados. Por conta disso, a cidade de Xangai, por exemplo, ficou trancafiada em um rígido isolamento. A Organização Mundial da Saúde, por sua vez, considera a política ineficiente.