Notícias » Entretenimento

Em entrevista, Jane Fonda afirma que se arrepende de não ter ido para cama com Marvin Gaye

Além disso, em sua revelação sincera a atriz ainda comentou que Marlon Brando era ‘decepcionante’

Penélope Coelho Publicado em 04/09/2020, às 15h52

Jane Fonda em 2015
Jane Fonda em 2015 - Wikimedia Commons

Durante entrevista realizada para o jornal norte-americano The New York Times nesta semana, a renomada atriz Jane Fonda fez confissões polêmicas. De acordo com a matéria publicada pelo portal de notícias G1, as afirmações aconteceram durante um jogo de “confirma ou nega”, onde Fonda se mostrou sincera ao falar de suas experiências pessoais com outros astros e estrelas.

Quando questionada se seu maior arrependimento era nunca ter feito sexo com Che Guevara a atriz negou e tocou em outro nome famoso: "Não, eu não penso sobre ele. Quem eu penso sobre isso e é um grande arrependimento é Marvin Gaye. Ele queria, e eu não", revelou a atriz, que na ocasião era casada com o ativista social Tom Hayden.

Outro aspecto revelado durante a entrevista foi a impressão que Fonda teve do ator Marlon Brando, quando atuaram juntos no filme A Caçada Humana (1966): “Decepcionante”, afirmou a atriz, que apesar disso, pontuou que Brando era um “ótimo ator”.

Falando sobre personalidades femininas, Jane comentou que Ava Gardner foi “sem dúvidas” a mulher mais sexy que ela já conheceu. Além de ter feito inúmeros elogios a Marilyn Monroe: "Ela brilhava! Havia um brilho que saía dela que era inacreditável! Vinha de sua pele, seu cabelo, seu ser. Eu nunca vi nada parecido", afirmou Jane.