Notícias » Brasil

Em entrevista para revista, o ministro interino da Saúde afirma não saber do que se trata o AI-5

Em sua declaração, o General Pazuello diz que nunca estudou para saber o que foi o decreto emitido durante a Ditadura Militar

Redação Publicado em 18/07/2020, às 14h23

General Pazuello
General Pazuello - Wikimedia Commons

Durante entrevista exclusiva realizada pela revista Veja, Eduardo Pazuello, Ministro interino da Saúde, declarou não saber o que foi o AI-5, após ser questionado sobre uma possível ameaça à democracia: “Nasci em 1963, não sei nem o que é AI-5, nunca nem estudei para descobrir o que é”, afirmou Pazuello.

O Ato Institucional número 5, consiste no mais duro decreto feito durante o período da Ditadura Militar no Brasil (1964 – 1985). Na ocasião, o AI-5 (1968- 1978), suspendeu direitos constitucionais resultando em um poder quase absoluto do presidente. Em decorrência do decreto, a violência aumentou e a tortura foi usada como instrumento de controle pelo Estado. Segundo a Comissão Nacional da Verdade, ao todo foram 191 mortos e 210 desaparecidos.

Quando questionado sobre a atuação de Jair Bolsonaro durante a pandemia do novo coronavírus, Pazuello — que está há dois meses no cargo de ministro ­— defendeu o presidente: “Talvez não seja tão negativo ter uma pessoa dizendo que não precisa ter esse temor todo. Dá um pouco de esperança de que a vida pode ser normal,” finalizou o general.