Notícias » Entretenimento

Em entrevista, Tarantino revela decisão polêmica sobre gravações de Bastardos Inglórios

O filme é um dos mais famosos do aclamado diretor

Penélope Coelho Publicado em 05/08/2021, às 09h50

Tarantino e Christoph Waltz
Tarantino e Christoph Waltz - Getty Images

De acordo com informações publicadas pelo portal e-Pipoca, na última segunda-feira, 2, recentemente, o prestigiado cineasta Quentin Tarantino deu uma entrevista revelando detalhes sobre os bastidores de seu filme que recebeu oito indicações ao Oscar, Bastardos Inglórios (2009).

No podcast The Moment, comandado por Brian Koppelman, Tarantino revelou que proibiu o ator Christoph Waltz de ensaiar com o elenco do longa.

O artista que interpretou o coronel Hans Landa da SS, ganhou o Oscar de Melhor Ator Coadjuvante por seu papel, contudo, o processo não foi fácil para ele.

O diretor acreditava que essa seria uma boa tática para produção, por isso, decidiu esconder o talento de Christoph até a hora das filmagens. Na ocasião, o intérprete não era tão conhecido pelos outros atores, durante as leituras de roteiro, o cineasta pedia para que ele fosse contido.

Quentin afirmou que chegou a se oferecer para ajudar o ator, que só pôde verdadeiramente treinar suas falas com Denis Ménochet, o intérprete que contracenava com ele na cena de abertura do filme. O diretor explica que a exceção em sua regra se deu pelo clima tenso que aquela parte da produção precisava.

“Eu disse a ele: Não estou fazendo isso para ser um jogo perverso, todo mundo está tão curioso para saber quem está interpretando Hans Landa. Não quero que você seja ruim na leitura do roteiro, mas quero que você se segure muito [...] Eu não quero que eles saibam o que você tem”, relembrou Tarantino.

Mesmo sem maiores explicações, a tática do cineasta parece ter dado certo, levando em consideração o sucesso do filme e o reconhecimento de Waltz na comunidade cinematográfica.