Notícias » Civilizações

Em Gaza, edifício de mais de 10 andares é bombardeado por Israel

O prédio abrigava o escritório da Al Jazeera e Associated Press

Redação Publicado em 15/05/2021, às 23h07

Ataque ao prédio
Ataque ao prédio - Divulgação/Vídeo

Neste sábado, 15, o confronto entre israelenses e palestinos tomou um novo desdobramento drástico. Acontece que as forças de Israel acabaram por bombardear um edifício de mais de 10 andares.

Localizado em Gaza, o prédio abrigava o local de trabalho da emissora Al Jazeera e da Associated Press. As informações foram passadas por profissionais da AFP.

Em um cenário caótico, Jawad Mehdi, que é dono do al-Jalaa (prédio) informou que havia recebido um alerta de um membro da inteligência de Israel. Mehdi disse que fora informado que teria uma hora para evacuar o edifício.

Apesar de ter pedido míseros 10 minutos para os repórteres conseguirem salvar o equipamento diário, a solicitação foi ignorada.

“Este é um acontecimento incrivelmente perturbador. Nós evitamos por pouco terríveis perdas de vidas”, disse Gary Pruitt, que é chefe da agência, através de um comunicado.

O mundo afetado

Gary também reforçou que o episódio atrapalhará a cobertura do conflito para o mundo. “O mundo ficará menos informado sobre o que está acontecendo em Gaza por causa do que aconteceu hoje”, explicou.

As forças de Israel declararam que itens do Hamas, considerado por Israel uma organização terrorista, estavam presentes no prédio que foi alvo do ataque. Também fora alegado que deram ‘tempo suficiente’ para sair do prédio antes do bombardeio.

 “O prédio também abrigava escritórios de veículos de comunicação civis, atrás dos quais o grupo terrorista Hamas se esconde e que usa como escudos humanos”, disse o exército.

Conforme reportado pela Palestina, 139 pessoas já perderam a vida diante do conflito, sendo 39 feridos e 1.000 pessoas feridas. Já de Israel foi confirmado 10 mortos e 560 pessoas feridas.