Notícias » Coronavírus

Em Goiás, homem mata casal que acreditava ter contaminado pai e irmão vítimas de covid-19

Segundo delegado que investiga o caso, “o suspeito foi ao local para vingar a morte dos parentes”

Isabela Barreiros, sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 18/08/2021, às 12h20

Representação artística do novo coronavírus
Representação artística do novo coronavírus - Pixabay

Na cidade de Itumbiara, no sul de Goiás, um homem assassinou um casal e baleou outro jovem na perna após perder o pai e o irmão para a covid-19. Como informou o UOL ontem, 17, com informações da Polícia Civil, o crime pode ter sido motivado por vingança.

Segundo o delegado Felipe Sala, do Grupo de Investigação de Homicídios de Itumbiara, que está investigando o caso, o suspeito teria matado Flanklaber Silva e Silva, de 40 anos, e a esposa, Marília Silva e Silva, de 37, por suposta transmissão do novo coronavírus.

O homem, que não teve a identidade revelada, teria culpado o casal pela infecção dos parentes e, então, morte devido ao vírus. Para o delegado, a motivação foi, de fato, a vingança pela morte dos familiares que ele acreditava terem sido contaminados pelos dois. 

“Eles estavam sofrendo ameaças de morte, pois eram acusados de ter transmitido covid-19 para a família do atirador. O suspeito foi ao local para vingar a morte dos parentes", afirmou Sala

Os assassinatos aconteceram no galpão onde o casal trabalhava. O suspeito usou uma pistola no local e chegou a disparar cerca de 20 tiros, fugindo logo após atingir as vítimas, incluindo o filho, Flanklaber Silva e Silva Junior, de 21 anos, levou um tiro na perna e sofreu uma fratura.

O suspeito ainda não foi localizado, de acordo com informações da Polícia Civil, no entanto, os oficiais estão buscando o homem nas ruas para prendê-lo.