Busca
Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaYoutube Aventuras na HistóriaTiktok Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Itália

Em imagens: Itália recupera 600 artefatos roubados por ladrões de tumba

Avaliados em 60 milhões de euros, artefatos roubados por ladrões de tumba foram recuperados recentemente pela Itália

por Thiago Lincolins

tlincolins_colab@caras.com.br

Publicado em 30/05/2024, às 18h00

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Alguns dos itens recebidos pela Itália - Ministério da Cultura da Itália
Alguns dos itens recebidos pela Itália - Ministério da Cultura da Itália

O Ministério de Cultura da Itália celebrou recentemente a devolução de aproximadamente 600 artefatos pelos Estados Unidos. Avaliados em 60 milhões de euros, os itens valiosos foram roubados por ladrões de tumba no passado e vendidos para museus, galerias e colecionadores. 

Entre os objetos recuperados, estão: estátuas de bronze, mosaicos, manuscritos e até mesmo moedas de ouro. Jack Markell, embaixador dos EUA, disse que Washington trabalha para devolver os artefatos furtados ao "lugar ao qual pertence". Para ele, é um sinal de respeito pela Itália e o seu patrimônio cultural, repercute o Euronews

Sabemos que salvaguardar esta história requer cuidado e vigilância, e é por isso que fazemos o que fazemos", afirmou ele, enfatizando que os EUA observam o roubo de arte  na Ucrânia, que se encontra em guerra com a Rússia.

Moeda 

Entre os itens furtados e recuperados, se encontra uma impressionante moeda de prata Naxos, do século IV, que representa Dionísio, o deus do vinho. Roubada de um sítio arqueológico em Sicília, em 2013, acabou contrabandeada para o Reino Unido. 

"Os bens foram trazidos de volta para a Itália graças a numerosas investigações conduzidas pelo Comando de Proteção do Patrimônio Cultural Carabinieri com vários Procuradores da República Nacional, auxiliados pelo Gabinete do Procurador Distrital de Nova York e pelas Investigações de Segurança Interna nos Estados Unidos", publicou o Ministério de Cultura da Itália através do Instagram.

Ministério da Cultura da Itália
Ministério da Cultura da Itália
Ministério da Cultura da Itália
Ministério da Cultura da Itália
Ministério da Cultura da Itália
Ministério da Cultura da Itália

Matthew Bogdanos, chefe da unidade de tráfico de antiguidades do gabinete do procurador distrital de Nova York, afirmou que o artefato fora colocado à venda por US$ 500 mil e encontrado no ano passado, após uma investigação em torno de um negociante de moedas. Bogdanos também destacou que outros itens históricos foram devolvidos pelo Museu Metropolitano de Arte, em Nova York.