Notícias » Arqueologia

Em Israel, arqueólogos encontram rara imagem de Deus da Lua

Adorada durante toda a Idade do Ferro, a entidade religiosa foi esculpida em uma grande pedra, datada do ano 920 a.C.

Pamela Malva Publicado em 02/06/2020, às 14h30

Local onde a pedra foi descoberta e a imagem do Deus da Lua, respectivamente
Local onde a pedra foi descoberta e a imagem do Deus da Lua, respectivamente - Divulgação/Bethsaida

Durante escavações em e-Tell, em Israel, arqueólogos se surpreenderam ao descobrir que uma das pedras do assentamento representava muito mais do que imaginavam. Uma vez encoberta por outras rochas, a placa trazia uma representação do Deus da Lua.

Adorada por habitantes da Mesopotâmia durante toda a Idade do Ferro, a imagem do Deus da Lua estava cravada em uma pedra de 70 centímetros de altura. De acordo com os cientistas, o raro artefato data do ano 920 a.C..

Em 2019, explorações iniciais revelaram a pedra, que, na época, não foi movida de lugar. Para os arqueólogos do grupo Bethsaida, ela era apenas mais uma das muitas que descansavam ao lado de uma antiga torre de fortificação em e-Tell.

“Os habitantes podem ter propositalmente colocado o ícone em seu local de descanso final, a fim de protegê-lo, onde permaneceu intacto”, explica o Professor Rami Arav, da Universidade de Nebraska e diretor da escavação. “O fato é que [a pedra] nunca quebrou”, pontua, surpreso com o bom estado de preservação do ícone religioso.