Notícias » Mundo

Em La Palma, lava já percorreu 154 hectares — e está longe de parar

A previsão é que o material em altas temperaturas ainda cause muita destruição em seu caminho para a costa da ilha

Ingredi Brunato, sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 22/09/2021, às 17h41

Lava do vulcão Cumbre Vieja
Lava do vulcão Cumbre Vieja - Divulgação/Youtube/CNN Brasil/ 19 de set. 2021

A Ilha de La Palma, território espanhol que fica nas Ilhas Canárias, segue sofrendo com as consequências da erupção recente do vulcão Cumbre Vieja. 

Conforme informado nesta quarta-feira, 22, pelo Copernicus, que é o programa de observação geoespacial da União Europeia, e repercutido pelo R7, até o momento a lava já percorreu 154 hectares. 

Durante este trajeto, causou a destruição de 320 edificações, fazendo com que diversos moradores da região, que foi evacuada, não tivessem mais uma casa para onde voltar.

Estes números, todavia, não são os resultados finais do desastre natural: a lava do Cumbre Vieja ainda não chegou ao oceano, de forma que ainda passará por mais porções da ilha. 

"Nas últimas horas, [a parede de lava] se desacelerou muito. Agora está se movendo a 300 metros por hora, talvez menos, porque está chegando a uma zona muito plana", explicou David Calvo, um especialista do Instituto Vulcanológico das Ilhas Canárias, em entrevista à AFP. 

Por outro lado, o porta-voz também comunicou ao veículo que à medida que a mistura de magma e rochas se move pelas ruas de La Palma, ela tem ganhado uma altura cada vez maior. Em alguns locais, o muro de lava já alcança 15 metros de altura.