Notícias » China

Em laboratório, cientistas chineses geram filhotes de rato sem pai

Essa é a primeira vez que a reprodução assexuada através da edição genética é realizada em mamíferos; entenda

Redação Publicado em 15/04/2022, às 08h09

Imagem meramente ilustrativa de rato de laboratório
Imagem meramente ilustrativa de rato de laboratório - Divulgação/Pixabay/tiburi

Na última quarta-feira, 13, foram divulgados os resultados de uma pesquisa sobre a reprodução assexual chamada de partenogênese, ou seja, quando a fêmea consegue se reproduzir sem precisar de um macho.

Sabe-se que alguns tipos de animais, como, algumas abelhas, escorpiões, lagartos e peixes, são capazes de realizar esse tipo de reprodução em que os gametas femininos originam um embrião. No entanto, o caso nunca havia sido registrado com mamíferos.

De acordo com informações publicadas pelo portal Superinteressante, recentemente, pesquisadores da China realizaram um procedimento com ratos de laboratório. Nesse caso, os especialistas foram capazes de desenvolver uma técnica para induzir a partenogênese, a fim de gerar ratinhos somente com DNA da fêmea.

O processo

Segundo o estudo, isso só foi possível a partir da coleta de óvulos das ratas, desabilitando sete trechos do genoma. Com isso, os embriões provenientes de duas fêmeas se desenvolveram — 192 no total; que foram aplicados em 14 animais.

Desse experimento, nasceram três filhotes, duas morreram. No entanto, uma sobreviveu, atingiu a fase adulta e teve filhotes de maneira normal. De acordo com os especialistas, esses novos animais não apresentaram complicações em seu gene.

Confira o estudo completo neste link.