Notícias » Personagem

Em luto por Paulo Gustavo, políticos brasileiros lamentam sua morte

Em suas redes sociais, diversos representantes fizeram questão de publicar notas de pesar em homenagem ao grande humorista

Pamela Malva Publicado em 05/05/2021, às 12h30 - Atualizado às 12h42

Paulo Gustavo durante o especial de 2020 "220 Volts"
Paulo Gustavo durante o especial de 2020 "220 Volts" - Divulgação/TV Globo

Logo depois do anúncio da morte de Paulo Gustavo, que faleceu na última terça-feira, 04, em decorrência da Covid-19, aos 42 anos, diversos políticos lamentaram a tragédia e lembraram do famoso humorista através de publicaçoes em suas redes sociais.

Um dos primeiros foi o ex-presidente Lula, que comentou o episódio às 22h32 do mesmo dia, uma hora após o anúncio do boletim médico. “Recebi com muita tristeza a notícia da morte de Paulo Gustavo. A covid levou hoje mais um de nós”, escreveu.

Pouco mais tarde, o senador Flávio Bolsonaro também publicou uma nota de pesar em seu Twitter, às 22h41. “Meu sentimentos aos familiares e amigos do ator Paulo Gustavo. Que Deus conforte a todos”, escreveu o político. “Admirava seu trabalho, seu bom humor e alto astral eram contagiantes. Fará muita falta.”

Da mesma forma, nas primeiras horas desta quarta-feira, 05, a ex-presidente Dilma Rousseff compartilhou uma foto sua ao lado do humorista. “O Brasil perde um ator extraordinário, um humorista popular que alegrou a todos nós e encheu o país de risadas e amor", comentou a política, que é uma declarada fã do comediante.

Após manifestar seus sentimentos pela família em luto, Dilma ainda afirmou que o ator era “um artista de alma generosa e genuinamente comprometida com o povo do nosso país”. "Deixo meu respeito e a certeza de que sua lembrança permanecerá para sempre na memória afetiva do povo. "Sua estrela agora brilha mais firme no firmamento da dramaturgia nacional. Viva Paulo Gustavo", completou.

Em seguida, foi a vez do atual presidente Jair Bolsonaro. Em suas redes sociais, o político escreveu: “Meus votos de pesar pelo passamento do ator e diretor Paulo Gustavo, que com seu talento e carisma conquistou o carinho de todo Brasil”.

Na publicação, Bolsonaro ainda manifestou seus pêsames por outros brasileiros mortos durante a pandemia. “Que Deus o receba com alegria e conforte o coração de seus familiares e amigos, bem como de todos aqueles vitimados nessa luta contra a Covid.”

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Jair M. Bolsonaro (@jairmessiasbolsonaro)

 

Fotos de Paulo Gustavo, então, ganharam espaço em todas as redes sociais e outros políticos também comentaram a tragédia. Isso sem contar a nota de pesar publicada pela prefeitura de Niterói, cidade no Rio de Janeiro onde o ator protagonizou o longa ‘Minha mãe é uma peça’, um de seus maiores sucessos. 

Em suas redes, por exemplo, o governador de Goiás, Ronaldo Caiado, o vice-governador Lincoln Tejota, o presidente do MDB, Daniel Vilela, e o prefeito de Aparecida de Goiânia, Gustavo Mendanha, também lamentaram o fim do grande humorista.