Notícias » Armênia

Em meio à crise econômica, presidente da Armênia renuncia

Em comunicado oficial, Armen Sarkissian afirmou que ‘não tem as ferramentas necessárias em tempos difíceis’; entenda

Penélope Coelho Publicado em 24/01/2022, às 11h24

Armen Sarkissian
Armen Sarkissian - Getty Images

Na noite do último domingo, 23, o presidente da Armênia, Armen Sarkissian, anunciou sua renúncia ao cargo em meio às polêmicas em seu país.

Atualmente, a Armênia enfrenta um período de instabilidade, com dificuldades econômicas e sociais, como consequência da perda de uma guerra sangrenta contra o Azerbaijão. O objetivo do conflito foi o controle da região de Nagorno-Karabakh.

De acordo com informações da agência de notícias AFP, o presidente — que tem como principal função protocolar — justificou sua decisão afirmando que seu gabinete se mostrou incapaz de influenciar a política local, em meio à crise atual.

Esta não é uma decisão emocional e segue uma lógica específica [...] O presidente não tem as ferramentas necessárias para influenciar processos importantes de política externa e interna em tempos difíceis para o povo e para o país”, revelou o comunicado oficial.

Com a decisão, uma votação para escolher o novo presidente deve ser organizada em até 35 dias pelo Parlamento, como manda a Constituição do país.