Notícias » Bizarro

Vídeo: Em praia, geólogo passa por ataque de polvo 'bravo'

Pesquisadores explicam o que foi identificado como um 'ataque' ocorrido na Austrália

Redação Publicado em 06/04/2021, às 14h45

Registro do episódio ocorrido na Austrália
Registro do episódio ocorrido na Austrália - Divulgação/Instagram

No último domingo, o site Aventuras na História recomendou um esplendido documentário que trata o curioso caso de um mergulhador conquistou a confiança de um polvo, a ponto de virar seu amigo.

Agora, um caso também impressionante chama atenção, contudo, não se refere a um simpático animal. 

Isso porque na Austrália, especificamente em Dunsborough, um geólogo local se deparou com o que descreveu como 'o polvo mais bravo da Baía Geographe'.

Inicialmente, o profissional, Lance Karlson, esteve diante de uma cena curiosa: o animal 'atacou' uma gaivota, entretanto, ele não imaginava que se tornaria alvo do animal.

Apesar de ter ocorrido no dia 18 de março, o vídeo só viralizou entre internautas no último sábado,3, quando Lance divulgou o episódio através de sua conta no Instagram.

Através do post, ele explicou que o animal o atingiu através dos tentáculos diretamente no braço e pescoço. Com os óculos embaçados e tontura no exato momento, felizmente, o geólogo sofreu apenas com marcas vermelhas na pele. 

Vale ressaltar que polvos não apresentam veneno em suas ventosas. É o que explica, Judit Pungor, que é pesquisada na Universidade de Oregon, nos EUA, em entrevista ao New York Times.

Mas o que justificaria a cena?

O que foi compreendido como ataque, na verdade, seria apenas uma maneira de afastar quem se aproximava. Afinal, ele faria de tudo para afastar quem pudesse atacá-lo. 

“Os polvos avançam ou disparam o tentáculo quando sentem que um peixe, outro polvo ou um ser humano estão em seu espaço. Acho que muitas vezes é uma agressão preventiva, destinada a sinalizar ‘não mexa comigo’, em vez de agressão seriamente destinada a prejudicar o ‘invasor'", explicou Peter Ulric Tse, que estuda os animais na Dartmouth College, EUA.