Notícias » Tailândia

Em protestos contra monarquia tailandesa, estudantes comparam rei a vilão de Harry Potter

Como lei local prevê prisões contra quem ofender monarquia, manifestantes satirizam regra e protestaram contra “Você-Sabe-Quem”

Fabio Previdelli Publicado em 05/08/2020, às 13h25

Imagem do protesto feito por estudantes na Tailândia
Imagem do protesto feito por estudantes na Tailândia - Divulgação/ Facebook/ StringerBase

Na última segunda-feira, 3, um grupo de estudantes realizou um protesto na Tailândia exigindo reformas na monarquia do país — que desde 2016 é comandada pelo rei Maha Vajiralongkorn Bodindradebayavarangkun.

Entretanto, como lá a lei de lesa majestade prevê prisões de 3 a 15 anos contra quem difamar, insultar ou ameaçar a monarquia, os protestantes encontraram uma maneira inusitada para se manifestarem: se vestiram de personagens do universo de Harry Potter.

A escolha, segundo o próprio grupo, foi feita para “proteger a democracia contra “Você-Sabe-Quem”, uma referência ao vilão Lorde Valdemort, que nas histórias de J.K. Rowling é tratado como “Aquele que não deve ser nomeado”.

O rei Maha Vajiralongkorn e Lord Valdemort / Crédito: Creative Commons

 

A escolha parece ter dado certo, como mágica, afinal, a polícia não impediu as manifestações, embora tenha informado que qualquer suspeita de delito seria investigada. Além disso, ontem, 05, o premiê Prayuth Chan-ocha pediu para que os estudantes “não criem caos”.

Chan-ocha se diz preocupado com os atos e prometeu que o Parlamento ponderaria as reivindicações feitas pelos manifestantes a os tentou tranquilizar afirmando que todos resolverão “os problemas juntos”.