Notícias » Brasil

Em seu Instagram, Bolsonaro convida seguidores para outra rede social

A divulgação do Parler aconteceu logo depois que Donald Trump falou sobre uma possível migração de plataformas

Pamela Malva Publicado em 10/01/2021, às 09h00

Fotografia de Jair Bolsonaro
Fotografia de Jair Bolsonaro - Wikimedia Commons

Pouco depois de Donald Trump notificar seus seguidores sobre uma possível migração para outras redes sociais, o presidente Jair Bolsonaro fez algo parecido. No sábado, 09, em seu Instagram, ele convidou seus seguidores a conhecerem o Parler.

Utilizada por grupos de direita nos Estados Unidos, a rede social foi suspensa nas lojas de aplicativos do Google. Mesmo assim, o presidente brasileiro, que, assim como seus filhos, tem uma conta na plataforma, indicou o aplicativo aos seus simpatizantes.

Bastante parecido com o Twitter, o aplicativo conta com menos regulamentações de políticas de uso e menos checagem de fatos, facilitando a disseminação de fake news. A rede, inclusive, foi removida do Google Play por “permitir aos usuários postar planos para organizar a marcha que terminou com invasão ao Capitólio" nos Estados Unidos.

Acompanhando Bolsonaro, o ministro das Relações Exteriores do Brasil, Ernesto Araújo, afirmou, pelo Twitter, que já criou sua conta no Parler. Momentos antes, ele ainda falou sobre liberdade de expressão, ao comentar sobre o banimento de Trump do Twitter.