Notícias » Família real britânica

Em seu novo emprego, príncipe Harry faz pedido especial aos colegas

O filho da eterna Princesa de Gales assumiu o posto como diretor de impacto na startup Better Up Inc.

Alana Sousa Publicado em 27/03/2021, às 11h00

Fotografia do príncipe Harry
Fotografia do príncipe Harry - Wikimedia Commons

Após deixar para trás sua vida na família real britânica e se mudar para os Estados Unidos com a esposa Meghan Markle e o filho Archie, o príncipeHarry anunciou recentemente que trabalhará em uma startup com foco em saúde mental e, também, na ONG Instituto Aspen, que faz serviços humanitários.

O duque de Sussex assumiu o posto em seus novos empregos e fez um pedido especial para seus colegas, conforme repercutiu o jornal online Metrópoles. O filho da falecida princesa Diana solicitou que seus companheiros lhe chamem por seu nome apenas, sem as honrarias ou títulos que recebeu pela corte do Reino Unido.

A informação foi revelada pelo CEO Alexi Robichaux, que atuará ao lado de Harry na startup Better Up Inc.. “No local de trabalho, ele gosta de ser chamado de Harry. Ele é um colega, um parceiro e, por isso, o chamamos de Harry”, afirmou o homem em entrevista à Reuters.

“É meio surreal, para ser honesto, quando você senta ao lado dele e percebe o quão acessível ele é. Obviamente, há uma grandiosidade entorno dele, mas ele é muito acessível, muito genuíno, muito humilde”, acrescentou Robichaux. O neto de Elizabeth II está sendo bastante elogiado pela empresa na qual ocupa a posição de diretor de impacto, descrito como “cheio de energia e entusiasmo”.

Saiba mais sobre a mãe do príncipe Harry, a princesa Diana

O almejo da Família Real Britânica pelo trono máximo se tornou uma disputa de séculos na monarquia — sendo palco de inúmeras polêmicas. Na segunda metade do século 20, no entanto, uma figurinha de fora da família foi integrada para entrar na história do Reino Unido.

Diana se casou com o príncipe Charles, filho da rainha Elizabeth II, captando as atenções para um dos relacionamentos mais populares do mundo.

No entanto, no dia 31 de agosto de 1997, um acidente fatal chocava a todos. Entre suas vítimas, estava uma das mulheres mais adoradas do mundo: Diana Spencer, a Princesa de Gales. 

A morte da princesa foi tema de debate e teorias da conspiração por muitos anos, enquanto alguns acreditavam que a família de Elizabeth II estava por trás do trágico acidente, outros se questionavam se a filantropa deveria receber um funeral real, visto que ela já não era mais parte da monarquia britânica.