Notícias » Afeganistão

Em vídeo, combatentes do Talibã celebram dentro do palácio presidencial do Afeganistão

Depois da saída do Presidente Ashraf Ghani, homens armados fizeram uma excursão e se sentaram na cadeira presidencial

Luíza Feniar Migliosi sob supervisão de Fabio Previdelli Publicado em 16/08/2021, às 10h17

Combatentes do Talibã no palácio presidencial em Cabul
Combatentes do Talibã no palácio presidencial em Cabul - Divulgação/YouTube/Al Jazeera

No domingo, 15, um novo vídeo foi divulgado dos combatentes do Talibã comemorando no palácio presidencial em Cabul. O registro, fornecido pelo portal de notícias Al Jazeera, mostra homens armados passeando pelos corredores, tirando fotos uns dos outros e sentados na cadeira do Presidente Ashraf Ghani, que fugiu do país poucas horas antes.

Os talibãs foram vistos por um jornalista do Al Jazeera. Parte do grupo estava fazendo uma excursão e, em certo momento, um deles retirou uma bandeira afegã do palácio e a utilizou como manto, segundo o portal de notícias NBC News.

O Presidente Ghanideixou o país depois que oTalibã conquistou quase o poder total em Cabul, em uma ofensiva que derrubou cidade após cidade em todo país, estimulada pelo fim da presença militar dos Estados Unidos depois de duas décadas.

Segundo o relato de dois oficiais da defesa dos EUA ao NBC News, no domingo, 15, as forças afegãs da base aérea de Bagram, por onde já passaram mais de 100.000 soldados americanos, se renderam ao Talibã.

Depois que o Presidente Joe Biden autorizou o envio de cerca de 6.000 soldados para o país, as forças dos EUA estão evacuando todos os funcionários da embaixada americana por meio do aeroporto de Cabul.

afegãos deslocados chegam a Cabul à medida que o Talibã ganha terreno em 12 de agosto | Crédito: Getty Images

 

O medo da perspectiva do retorno de um severo regime islâmico que governou o país antes de 2001, o avanço do Talibã e o colapso do governo afegão fizeram com que os civis fugissem de suas casas e se aglomerassem em frente aos bancos privados na tentativa de retirar as economias de uma vida inteira.