Notícias » Ucrânia

Em vídeos, dançarino do 'Dancing with the Stars' relata vida na Ucrânia após invasão

O coreógrafo Maksim Chmerkovskiy diz que a situação do país é 'bastante terrível'

Redação Publicado em 25/02/2022, às 18h09

Registros de Maksim Chmerkovskiy
Registros de Maksim Chmerkovskiy - Divulgação/Vídeo/Instagram/maksimc

Maksim Chmerkovskiy, coreógrafo e conhecido por por ser um dos um dos dançarinos profissionais do 'Dancing with the Stars', famosa competição dos EUA, tem compartilhado através de seu Instagram o que vivencia em meio a invasão da Rússia na Ucrânia. 

Ele, que nasceu na Ucrânia, ressaltou através de um vídeo que, embora esteja 'seguro', a situação do país após o avanço das tropas de Putiné 'bastante terrível'.

“Estou aqui, de novo, estou seguro. Não nos disseram para nos mudarmos, e estou apenas seguindo as instruções. Isso é tudo que posso dizer”, disse ele em vídeo publicado nesta sexta-feira. "Mas a realidade é que também estou conversando com meus amigos que estão aqui, os ucranianos, e a situação é bastante terrível."

Em seguida, ele explica que “as pessoas estão sendo mobilizadas” e também que “todo o país está sendo chamado para ir à guerra. Homens, mulheres, meninos… estão indo em frente e pegando armas e sendo enviados para defender o país.”

No entanto, Maksim reitera que não está representando 'todo mundo' que vive na Ucrânia e muito menos 'relatando notícias', conforme repercutido pela Vanity Fair. Ao mesmo tempo, ele compartilha sua esperança para os próximos dias. 

“Se não for resolvido de maneira pacífica de alguma forma ou forma no próximo dia ou dois, acho que vai dar uma guinada para ações muito, muito mais agressivas e muito mais baixas”, explica.

Ele também aproveita para falar sobre pessoas vulneráveis. 

“Tem crianças que estão adoecendo, pessoas estão se abrigando e pessoas que não conseguem levantar e correr: crianças pequenas, idosos. É como em todo conflito, só estou chamando a atenção para o fato de que é isso que está acontecendo”, disse. “Alguns dos filhos dos meus amigos ficaram doentes durante a noite, ontem à noite. Alguns dos meus amigos não podem sair porque têm algumas pessoas velhas que estão apenas vindo por esse absurdo do COVID que estava acontecendo".