Notícias » África

Embaixador da Itália no Congo é morto em atentado a comboio da ONU

Luca Attanasio participava de uma missão do Programa Mundial de Alimentos, em uma região perigosa

Penélope Coelho Publicado em 22/02/2021, às 10h55

Luca Attanasio, em entrevista
Luca Attanasio, em entrevista - Divulgação/Youtube/La7 Attualità

De acordo com informações publicadas na manhã de hoje, 22, pelo portal de notícias G1, o embaixador da Itália na República Democrática do Congo, Luca Attanasio, faleceu nesta segunda-feira, após ser vítima de um atentado a tiros na cidade de Goma.

Segundo revelado na publicação, na ocasião, o homem estava em um comboio da ONU para uma missão do Programa Mundial de Alimentos no país. De acordo com Ministério das Relações Exteriores italiano, além de Luca, mais duas pessoas morreram no ataque — que foi marcado por inúmeros tiros.

Sabe-se que a região de Goma é palco para embates violentos de grupos armados há mais de 25 anos. O local é ameaçado por brigas sobre o controle das riquezas naturais da região.

Até o momento, não há informações sobre o paradeiro dos responsáveis pelos crimes, acredita-se que o ataque tenha sido uma tentativa de sequestrar os membros da ONU. As Forças Armadas do Congo continuam na busca pelos criminosos.

Attanasio ocupava o cargo desde 2018, a morte do embaixador foi lamentada pelo ministro da Saúde da Itália, Roberto Speranza, em suas redes sociais: “Não vamos nos esquecer da importância daqueles que trabalham pelo nosso país no exterior", escreveu.