Notícias » Egito

Embarcação faraônica de mais de 4 mil anos é enviada para novo museu no Egito

O barco é uma das apostas do Ministério de Antiguidades do país para fortalecer o turismo novamente. Confira!

Penélope Coelho Publicado em 09/08/2021, às 07h19 - Atualizado às 10h00

Barco de 4.600 anos sendo enviado para o Grande Museu Egípcio
Barco de 4.600 anos sendo enviado para o Grande Museu Egípcio - Divulgação/Youtube/Jose Junior Originais/ 7 de agosto de 2021

De acordo com informações da agência e notícias AFP, publicadas pelo UOL, no último sábado, 7, o Egito realizou o transporte de um barco solar de cerca de 4.600 mil anos para o Grande Museu Egípcio.

O barco em questão pertenceu ao faraó Quéops, um monarca da Quarta Dinastia que comandou o Império Antigo.

De acordo com a publicação, na antiguidade, embarcações do tipo eram enterradas em fossos perto de câmeras funerárias reais. Conforme a crença, esses barcos iriam transportar aqueles que morreram para a vida após a morte.  

O Ministério informou que a embarcação mede 42 metros de comprimento e pesa 20 toneladas:

“É o maior e mais antigo artefato orgânico feito de madeira na história da humanidade", afirmou a instituição.

Antes de ser enviado para o novo museu em uma jornada de 7,5 quilômetros, o barco era exibido perto da Grande Pirâmide de Gizé. Sabe-se que agora, o Egito está apostando em suas antiguidades arqueológicas a fim de tentar fortalecer novamente seu setor de turismo, que foi abalado com a pandemia do novo coronavírus.

Confira vídeo.