Notícias » Brasil

Emoção no trabalho: estudante vacina os próprios avós contra a Covid-19

Voluntária em um drive-thru de Porto Alegre, Carolina Feijó conseguiu reencontrar os parentes depois de meses separados

Pamela Malva Publicado em 18/03/2021, às 17h00

Fotografia da estudante com seus avós
Fotografia da estudante com seus avós - Divulgação/UniRitter

Estudante de enfermagem, a jovem Carolina Feijó Bitencourt Voigt não via seus avós desde novembro de 2020. No último sábado, 13, contudo, ela não apenas reencontrou os idosos, como ainda teve a oportunidade de vaciná-los contra o Coronavírus.

Acontece que Carolina é voluntária na linha de frente da campanha de vacinação no município de Canoas, na Zona Metropolitana de Porto Alegre. Dessa forma, ela estava no drive-thru montado pela prefeitura da cidade em parceria com a UniRitter.

"Reencontrá-los e ainda ter a honra de vacinar cada um deles foi emocionante”, contou a estudante, segundo o G1. “Participei da imunização e ainda matei um pouco da saudade". Agora, dentro de três semanas, o avô da estudante, Sr. Nelson, de 76 anos, e sua esposa, Claudete, de 75, devem voltar para receber a segunda dose da vacina.

Sobre a Covid-19

De acordo com as últimas informações divulgadas pelos órgãos de saúde, atualmente, o Brasil já registrou mais de 11,7 milhões de pessoas infectadas pelo Coronavírus, e as mortes em decorrência da doença já somam mais de 285 mil no país.  

Em 1º de dezembro de 2019, o primeiro paciente apresentava sintomas do novo coronavírus em Wuhan, epicentro da doença na China, apontou um estudo publicado na revista científica The Lancet em fevereiro deste ano.  

De lá pra cá, a doença já infectou 122 milhões de pessoas ao redor do mundo, totalizando mais de 2,6 milhões de mortes. Enquanto isso, as campanhas de vacinação já distribuiram mais de 400 milhões de doses do imunizante em todo o planeta — sendo que cerca de 10 milhões de doses foram aplicanas em território brasileiro.