Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Espaço

Empresa chinesa pretende desenvolver avião espacial que vai de Pequim a Nova York em uma hora

A Space Transportation está criando um avião espacial com a suposta capacidade de cruzar o globo em alta velocidade

Pedro Paulo Furlan, sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 03/02/2022, às 16h04 - Atualizado em 04/02/2022, às 19h13

Ilustração do avião-foguete da empresa chinesa - Divulgação / Space Transportation
Ilustração do avião-foguete da empresa chinesa - Divulgação / Space Transportation

Em um novo tipo de ‘corrida espacial’, diversas empresas e corporações ao redor do globo estão dedicando-se à criação de embarcações e apetrechos que permitam, principalmente, viagens universais. No entanto, algumas querem desenvolver, com as ferramentas espaciais, maneiras rápidas de viajar em volta da Terra.

Este é o caso da empresa chinesa Space Transportation, que afirma ter criado um veículo que transportará o viajante de Pequim a Nova York em apenas uma hora. O veículo será uma mistura de avião com foguete e deve usar o tempo citado acima para cruzar os quase onze mil quilômetros de distância entre as duas cidades.

O avião-foguete realiza voos suborbitais, ou seja, o veículo atinge o espaço, no entanto é projetado para não ter velocidade horizontal o bastante para manter-se, logo começa uma queda contínua, que termina no destino planejado. 

De acordo com o porta-voz da Space Transportation ao site oficial da Zona de Desenvolvimento Tecnológico de Pequim, informação repercutida pelo portal de notícias UOL, a embarcação terá duas principais vantagens: seu custo e sua velocidade.

"Estamos desenvolvendo um foguete com asas para transporte ponto a ponto de alta velocidade. Ele tem um custo menor do que os foguetes que carregam satélites e é mais rápido que as aeronaves tradicionais", apontou.
Avião-foguete acoplado a sua estrutura de lançamento - Créditos: Divulgação / Space Transportation

A corporação recebeu mais de 40 milhões de dólares em investimentos e planeja utilizá-los no desenvolvimento e produção deste veículo em menos de 10 anos. 

De acordo com seu plano, os primeiros testes em solo acontecerão em 2023, enquanto os primeiros voos sem tripulação serão em 2024. No mesmo ano, planejam soltar o primeiro trajeto tripulado e já em 2030 ter os aviões disponíveis para circulação global.

No site da Space Transportation, explicam que a embarcação será lançada em órbita por um apetrecho em formato de asa-delta, com foguetes acoplados, de maneira vertical. Ao chegar em certo ponto, o avião-foguete desconecta-se e começa seu voo suborbital.