Notícias » Ciência

Empresa cria uma inusitada mochila a jato para a Marinha do Reino Unido

Com quatro turbinas de propulsão, a tecnologia promete facilitar o trabalho de soldados durante a abordagem de grandes navios

Pamela Malva Publicado em 04/05/2021, às 11h30 - Atualizado às 11h35

Imagem de um soldado com a nova mochila
Imagem de um soldado com a nova mochila - Divulgação/Youtube

Movida a querosene de aviação, uma nova tecnologia testada pela Royal Marine, a força de infantaria anfíbia da Marinha do Reino Unido, está chamando atenção por sua aparência futurista. Trata-se da inédita mochila a jato criada pela Gravity Industries.

Segundo informações do site Olhar Digital, o equipamento ainda está em fase de testes, mas pode mudar totalmente a forma como a Royal Marine aborda navios nas águas inglesas. Isso porque, antes da invenção, os membros da infantaria desciam nos conveses das embarcações com a ajuda de helicópteros, cordas e longas escadas.

Criada pelo britânico Richard Browning, a nova ‘Jet Suit’, como foi chamada, pode acelerar ainda mais o processo de abordagem, já que permite que o soldado parta de um bote em movimento, aproximando-se dos navios em apenas alguns segundos.

No total, a invenção pesa 27 quilos e sua aplicação tem um custo bastante inferior ao voo dos helicópteros usados para a mesma situação. Segundo a Gravity Industries, então, a Jet Suit é inovadora porque fornece um “acesso extremamente rápido a qualquer parte da embarcação, liberando instantaneamente as mãos para empunhar uma arma e até mesmo mantendo a capacidade do soldado de se realocar no alvo”.

Com quatro turbinas a jato que envolvem os braços do piloto, a mochila ainda não pode ser comercializada. Ainda assim, a ideia é aplicar a nova tecnologia em setores específicos, como nas áreas médica, militar e de segurança da Inglaterra. Para a brasileira Karina Oliani, a primeira sul-americana a testar o equipamento, a Jet Suit é revolucionária porque “pode salvar a vida de uma pessoa” em um tempo recorde.