Notícias » Esportes

Empresa norte-americana revela motivo do rompimento de contrato com Neymar

A Nike informa que a quebra do contrato está relacionada a uma investigação de assédio sexual envolvendo o jogador. Entenda o caso!

Penélope Coelho Publicado em 28/05/2021, às 10h55 - Atualizado às 13h04

Neymar, em 2017
Neymar, em 2017 - Getty Images

De acordo com informações publicadas pelo portal Sportbuzz, na última quinta-feira, 27, a empresa norte-americana, Nike, revelou os motivos por trás do rompimento do contrato com o jogador de futebol, Neymar, de 29 anos.

Segundo uma reportagem publicada ontem, 27, pelo Wall Street Journal, a quebra do contrato está relacionada ao suposto envolvimento do atleta em um episódio de assédio sexual, denunciado por uma funcionária da empresa.

O caso teria acontecido em 2016, e veio à tona em 2018, quando o jogador foi acusado. A empresa rompeu o contrato com o atleta em agosto de 2020. Sabe-se que o acordo entre a Nike e Neymar era um dos patrocínios de maior visibilidade da instituição.

Na época, a empresa não deu explicações para o rompimento com o jogador, agora, em entrevista para o Wall Street Journal, a conselheira geral da Nike, Hilary Krane, confirmou os motivos:

“A Nike encerrou seu relacionamento com o atleta porque ele se recusou a cooperar em uma investigação de boa-fé de alegações confiáveis feitas por uma funcionária de irregularidades cometidas”, afirmou.

Em entrevista ao jornal, um porta-voz do atacante do PSG — que agora assinou com a Puma — negou todas as acusações:

Neymar Jr. se defenderá vigorosamente contra esses ataques infundados caso alguma reclamação seja apresentada, o que não aconteceu até agora”, informou o representante do jogador.

Na tarde de hoje, Neymar usou sua rede social para se pronunciar sobre o assunto, confira:

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por NJ 10 🇧🇷 (@neymarjr)