Notícias » Inglaterra

Encontrado em garagem, impressionante 'bule' chinês do século 18 irá a leilão

O artefato antigo costumava ser utilizado como jarro de vinho e, segundo especialistas, pertenceu a um imperador da China

Penélope Coelho Publicado em 09/09/2020, às 14h57 - Atualizado às 14h58

Imagem do pequeno bule chinês do século 18
Imagem do pequeno bule chinês do século 18 - Divulgação / Mark Laban / Hansons

De acordo com informações publicadas hoje, 9, em uma reportagem da BBC, um objeto antigo muito parecido com um bule de chá foi encontrado em uma garagem que pertence à um operário de construção, no condado de Derbyshire, Inglaterra.

O achado chamou a atenção já que o pequeno artefato é considerado valioso. De acordo com avaliadores, o item de 15 centímetros data do século 18 e pode ter sido usado no palácio do imperador Qianlong, na China.

Homem segurando o pequeno jarro / Crédito: Divulgação / Mark Laban / Hansons

 

O homem de 51 anos, que mantinha o bule em sua garagem, preferiu não se identificar, mas, afirmou que o objeto foi trazido à Inglaterra por seu avô que esteve na Ásia durante a Segunda Guerra Mundial. O cidadão contou que pretendia enviar o objeto para uma casa de caridade.

Contudo, ele revelou à BBC que o isolamento social fez com que tivesse mais tempo para pensar sobre o assunto. Como consequência, decidiu levar o objeto para ser avaliado na casa de leilão Hansons Auctioneers.

Fotografias do avô do homem que revelou a existência do objeto / Crédito: Divulgação / Mark Laban / Hansons

 

A partir desse momento, os especialistas da empresa notaram o valor da peça. De acordo com o dono da empresa, Charles Hanson, no mundo existem outros dois jarros "quase idênticos" e ambos estão atualmente em museus na China e Taiwan. “É realmente surpreendente encontrar uma jarra de vinho do imperador em uma casa em Derbyshire”, afirmou Charles.

De acordo com os especialistas, o artefato pode ser avaliado entre 20 e 40 mil libras esterlinas, porém, acredita-se que os compradores chineses possam oferecer um valor ainda maior de até 100 mil libras (aproximadamente, R$ 686.840 reais na conversão atual da moeda). O leilão irá acontecer virtualmente no dia 24 de setembro.