Notícias » Brasil

Enfermeira é presa após fazer compras em nome de pacientes no Ceará

A mulher chegou a roubar 3,6 mil reais de uma de suas vítimas enquanto a vítima estava na Unidade de Terapia Intensiva

Ingredi Brunato, sob supervisão de Fabio Previdelli Publicado em 16/02/2021, às 08h00

Montagem com momento em que a mulher foi pega em flagrante e fotografia dela segurando documento de vítima
Montagem com momento em que a mulher foi pega em flagrante e fotografia dela segurando documento de vítima - Divulgação

No estado do Ceará, uma enfermeira foi presa por dar golpes em pacientes que eram internados na Unidade de Pronto Atendimento onde ela trabalhava. A informação foi repercutida pelo UOL na última segunda-feira, 15. 

"Uma paciente que ficou na UTI com suspeita de Covid-19 nos procurou. Ela achou estranho um empréstimo consignado de R$ 3,6 mil que apareceu na conta dela justamente na época que estava internada", contou Glauber Ferreira, o investigador encarregado do caso. 

Essa primeira denúncia gerou uma investigação por estelionato, que fez com que a mulher fosse afastada do trabalho. Durante esse afastamento, todavia, ela foi pega em flagrante enquanto fazia compras usando a identidade de uma outra paciente idosa. 

A quantidade total de vítimas dos crimes da enfermeira ainda não foi determinada, de forma que o investigador anunciou que outras pessoas que passaram pela Unidade de Pronto Atendimento de Icó (município onde o caso ocorreu) deveriam procurar a delegacia.