Notícias » Pré-História

Descoberto enorme cemitério picto, nas Terras Altas da Escócia

Arqueólogos estão escavando e datando a nova descoberta, que remete à importante cultura do norte da Escócia

André Nogueira Publicado em 11/09/2019, às 10h19

None
Reprodução

Um dos maiores cemitérios da cultura picta, da Escócia, está sendo escavado na Ilha Negra (Terras Altas). Com cerca de 1.400 anos, segundo datação arqueológica, possui divisões de lotes, que variam de tamanho. 

Na escavação, coordenada pelo projeto Tarradale Through Time da Sociedade Arqueológica do Norte da Escócia, também foram encontrados inúmeros artefatos, que podem ser muito mais antigos do que o esperado na pré-história escocesa. O projeto já havia encontrado um arpão ou lança juntamente com machados feitos por caçadores-coletores nas Terras Altas há 6.000 anos.

Ferramenta de chifre de veado encontrada pelo projeto / Crédito: Reprodução

 

"Estamos olhando para um grande cemitério potencialmente picto, onde também parece haver alguma atividade pré-histórica anterior”, colocou Steven Birch, diretor do local. "É um local muito importante, com um número de carrinhos de mão quadrados e redondos, além de gabinetes maiores.”

Arqueólogos acreditam ter encontrado um depósito de carrinhos de mão / Crédito: Divulgação

 

"Pretendemos avaliar a preservação e a fase dessas características, obtendo datas de radiocarbono a partir de amostras de carvão e osso para contar a história do local ao longo do tempo”, acrescentou depois da descoberta de uma pedra nunca registrada, a 10 km do sitio.