Notícias » EUA

Enquanto Trump se autodeclara vencedor das eleições, Biden vira no Michigan

Confirmada a virada no Estado e ratificada a vantagem em Nevada e Wisconsin, o democrata pode vencer às eleições dos EUA

Fabio Previdelli Publicado em 04/11/2020, às 12h04

Joe Biden, candidato do Partido Democrata
Joe Biden, candidato do Partido Democrata - Wikimedia Commons

Segundo apuração divulgada pelo The New York Times, o candidato democrata Joe Biden assumiu a liderança das votações no Estado do Michigan. Com 90% das urnas apurada, a vantagem de Biden é de quase 12 mil votos (2.511.297 x 2.499.351). O Estado é considerado crucial para as eleições, dando 16 votos eleitorais.  

Caso confirme a virada no Michigan e ratifique a vantagem em Nevada e Wisconsin, o candidato democrata atingirá os 270 votos estaduais necessários para se tornar o 46º presidente dos Estados Unidos. 

Com a disputa acirrada entre os dois candidatos, ainda há a expectativa da contagem de votos em outros 4 Estados: Pensilvânia, Carolina do Norte, Alaska e Georgia. No momento, Donald Trump lidera as votações nessas regiões.

No entanto, diversas cidades ainda recebem e estão contabilizando os votos enviados por carta. Por se tratar de um processo mais demorado, a confirmação dos números nesses Estados deve demorar um tempo maior para serem apurados.  

Na madrugada de hoje, 4, Trump fez um pronunciamento na Casa Branca se autodeclarando vencedor das eleições, informando que irá recorrer à Suprema Corte para interromper a contagem de votos.  

"Não queremos que encontrem votos às 4 horas da manhã para acrescentar à lista", disse ao se referir aos votos entregues pelos correios. Biden rebateu a fala do republicano e disse que as declarações dadas por seu oponente são “ultrajantes e sem precedentes”.