Notícias » Música

Eric Clapton se recusa a realizar apresentações em locais que exigem vacina contra Covid-19

O lendário guitarrista mantém a postura negacionista, mas já possui datas de shows para setembro

Wallacy Ferrari, sob supervisão de Alana Sousa Publicado em 24/07/2021, às 13h00

Eric Clapton durante apresentação
Eric Clapton durante apresentação - Getty Images

O lendário músico Eric Clapton declarou que não realizará apresentações em cidades onde a vacinação contra o novo coronavírus é obrigatória. A medida foi divulgada logo após o anúncio do primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, que passará a exigir comprovantes de imunização regular para frequentar eventos e casas noturnas.

Segundo a Rolling Stone Brasil, o comunicado do guitarrista foi divulgado pelo produtor de cinema Robin Monotti pelo Telegram: “Seguindo o anúncio do Primeiro-ministro na segunda, 19 de julho de 2021, sinto-me na obrigação de fazer a minha própria declaração. [...] Gostaria de dizer: não me apresentarei em qualquer palco onde exista um público discriminado presente. A menos que todas as pessoas possam comparecer, reservo-me o direito de cancelar o show”.

No fim da nota, ainda havia um link que direcionava o leitor para uma música anti-lockdown composta por Claptondurante a pandemia com o compositor Van Morrison, intitulada “Stand and Deliver”. A composição compara o isolamento social à escravatura e compara as medidas sanitárias com correntes.

O intérprete do hit 'Layla' já possui uma turnê programada com oito apresentações no território norte-americano em setembro, remanejando datas previamente anunciadas para o Reino Unido para maio de 2022, prevendo maior maleabilidade dos órgãos de vigilância sanitária.