Notícias » Arqueologia

Erupção fez vikings acreditarem que o apocalipse havia chegado, indica estudo

O fim dos tempos relatado na cultura viking ocorre com o mundo sendo tomado por fogo

Ingredi Brunato, sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 28/04/2021, às 15h17

Fotografia do local onde fica entrada de caverna, cujo interior guardava ricos artefatos vikings
Fotografia do local onde fica entrada de caverna, cujo interior guardava ricos artefatos vikings - Divulgação / Pesquisador Kevin Smith

Um estudo recente publicado no Journal of Archaeological Science relatou a descoberta de bens raros associados aos vikings numa caverna islandesa localizada nas proximidades de um vulcão

Foram encontradas 63 contas, resquícios de um mineral usado para decorar objetos (ambos originários do Oriente Médio, portanto tendo viajado uma longa distância para chegar ali) e evidências apontando para a realização de diversos sacrifícios animais dentro da caverna. Tudo isso estava reunido dentro de uma estrutura de perda em formato de barco criada pelos próprios vikings

Segundo relatado pelos pesquisadores e repercutido pelo Live Science, o povo nórdico teria relacionado o local ao início do Ragnarok (que é o apocalipse segundo a cultura viking), e foi por isso que realizaram tantos sacrifícios ali ao longo dos anos, acreditando assim poderem apaziguar as entidades responsáveis pelo fim dos tempos. 

Fotografia de "barco de pedra" encontrado dentro da caverna / Crédito: Divulgação/ Pesquisador Kevin Smith 

 

A hipótese dos especialistas é que o que realmente aconteceu no local foi a erupção do vulcão próximo, que cuspiu lavas pela última vez, 1.100 anos atrás. “Os impactos dessa erupção devem ter sido perturbadores, apresentando desafios existenciais para os vikings recém-chegados na Islândia", escreveram os autores. 

De acordo com as especulações feitas pelo estudo, esse seria o motivo por trás da conexão feita pelo povo nórdico entre a caverna e o apocalipse viking, em que o mundo é tomado por chamas - algo não muito distante do que parece estar acontecendo durante uma erupção vulcânica, de forma que essa seria uma interpretação previsível da parte deles. 

Outra observação feita pelos cientistas é que as visitas à caverna parecem ter parado após o período em que a população da Islândia converteu-se ao cristianismo.


Sobre os Vikings

A civilização viking é originária da região da Escandinávia, que hoje em dia corresponde a Suécia, a Dinamarca e a Noruega. Conhecidos como nórdicos ou normandos, os vikings construíram uma vasta cultura que chegou ao seu apogeu entre os séculos 8 e 11.

Com um vasto comércio marítimo, os vikings são referência de civilizações que se desenvolveram a partir de atividades agrícolas e artesanato.

Além disso, são lembrados pelas expansões marítimas que atingiram diversos territórios, dentre eles Inglaterra, Escócia, norte da França, Rússia, Irlanda, Islândia, Groenlândia. Já no ano 1000, se estabeleceram na América do Norte, em uma pequena colônia localizada na região do Canadá.