Notícias » Arqueologia

Escavação em quartel militar na Irlanda revela artefatos raros de soldado do século 17

Foram encontradas moedas, bolas de mosquete, um pente de cabelo, um dedal e restos de ossos de um animal

Isabela Barreiros Publicado em 25/06/2020, às 14h13

Escavação realizada em Athlone
Escavação realizada em Athlone - Escritório de Obras Públicas (OPW)

Na cidade de Athlone, na Irlanda, arqueólogos estão realizando diversas escavações no local que antigamente foi um quartel militar, a atual Estação Athlone Garda. Os trabalhos feitos no local revelaram inúmeros artefatos que provavelmente pertenceram a um soldado que passou grande parte do seu tempo dentro da instalação no século 17.

Os primeiros combatentes foram enviados à região em por volta de 1690. Segundo comunicado oficial do atual ministro de Estado do Escritório de Obras Públicas (OPW), Kevin 'Boxer' Moran, as descobertas "sugerem que os soldados tiveram tempo longe do estresse da batalha e do controle das colônias para se entregarem a beber, fumar e jogar em esportes de sangue".

Foram encontrados objetos como moedas, bolas de mosquete, um pente de cabelo, um dedal, ossos de um animal, pedaços de cachimbos feitos de barro, itens de vidro, botões militares e fivelas de uniformes usados por eles.

Os restos mortais de uma ave intrigaram pesquisadores. Segundo o arqueólogo Siobhan Duffy, eles eram de um galo que teve o osso da perna cortado. "Este procedimento teria sido realizado durante a vida do pássaro, para facilitar a fixação de um estímulo artificial para fins de briga de galos", explicou.

Os achados mostram-se muito importantes principalmente se levarmos em conta o fato de que, na Irlanda, “até o momento, não houve outra escavação extensa realizada em um quartel militar na Irlanda que tenha produzido uma ampla variedade de artefatos e ecofatos nos informando sobre as atividades sociais e domésticas dos soldados durante esse período", de acordo com Moran.