Notícias » Arqueologia

Escavação na França revela armadilhas de caça do neolítico

A descoberta foi feita próxima a um antigo assentamento agrícola galo-romano

Vanessa Centamori Publicado em 06/07/2020, às 09h32

Arqueólogos realizando a pesquisa em um dos poços
Arqueólogos realizando a pesquisa em um dos poços - Divulgação/Inrap

No município francês de Lavau, uma equipe de arqueólogos da Inrap (Instituto Nacional de Pesquisas Arqueológicas), da França, encontrou enormes poços que eram utilizados como armadilhas na captura de animais durante o neolítico

Segundo a Inrap, os buracos eram bem profundos e chegavam a medir até 2 metros. Os especialistas acreditam que essas estruturas para caça fizeram parte do primeiro paisagismo que surgiu durante o nascer da agricultura na região. 

Já em um segundo local, os arqueólogos conseguiram identificar resquícios de um estabelecimento agrícola galo-romano, que funcionou bem depois, entre os anos 150 e 250 d.C. 

Havia ainda vários vestígios de edifícios feitos com terra e madeira. Provavelmente tratam-se de antigos estábulos, ligados à criação de ovelhas. Essa ocupação humana foi evidenciada ainda por utensílios, encontrados na área — entre eles, teares usados em edifícios para a fabricação têxtil; e adegas, que estavam em uma casa que data entre 200 a 250 d.C.