Notícias » Arqueologia

Escavação revoluciona o que sabemos sobre a antiga acrópole de Pérgamo

Artefatos descobertos na Turquia revelam revira-volta envolvendo a ocupação da importante cidade do mundo grego

Vanessa Centamori Publicado em 06/07/2020, às 10h23

Ilustração de como era a antiga cidade grega de Pérgamo
Ilustração de como era a antiga cidade grega de Pérgamo - Wikimedia Commons

No oeste da Turquia, arqueólogos descobriram artefatos provenientes da antiga cidade de Pérgamo, um dos principais centros culturais do Período Helenístico. Os itens, segundo os especialistas, podem revolucionar o que se sabe sobre a antiga acrópole do mundo grego. 

As informações são do site local Daily Sabah, que divulgou dois principais achados: um frasco de óleo de perfume e uma agulha, ambos do Período Romano. Além disso, foi revelado um assentamento na Cidade Baixa de Pérgamo, que data antes do Período Romano e Helenístico. 

Com isso, revelou-se uma revira-volta: a ocupação humana ocorreu na acrópole muito antes do que se pensava. Isto é, a história da Cidade Baixa nasceu, portanto, no Período Arcaico — igualmente, também surgiu nessa época a Cidade Alta, onde viviam os poderosos com seus palácios, templos e arsenais. 

"Anteriormente, encontramos achados arcaicos na Cidade Alta, embora limitados. É importante encontrar agora os primeiros exemplos do período na Cidade Baixa", comentou em entrevista à Agência Anadolu (AA), o diretor do Museu de Pérgamo, Nilgün Ustura.

Segundo o especialista, as novas descobertas na região de Pérgamo podem expandir as escavações com foco na acrópole, revelando em breve novos resultados."O período de camadas culturais da história de uma cidade é crucial para nós", ressaltou.