Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Paleontologia

Escavações revelam 1º ovo fossilizado de dinossauro dentro de outro ovo

Descoberta feita na Índia revela detalhes sobre reprodução dos titanossauros no Cretáceo Superior

Redação Publicado em 23/06/2022, às 13h53

Ovo fossilizado dentro de outro ovo descoberto na Índia - Divulgação/Guntupalli V. R. Prasad et. al
Ovo fossilizado dentro de outro ovo descoberto na Índia - Divulgação/Guntupalli V. R. Prasad et. al

Cientistas indianos descobriram o primeiro exemplo de um ovo fossilizado de dinossauro dentro de outro ovo em meio a escavações realizadas no distrito de Dhar, na região central do país.

No artigo que descreve a amostra, publicado no dia 7 na revista científica Scientific Reports, a equipe relatou que o responsável por depositar o ovo no local, durante o período Cretáceo Superior, foi um titanossauro.

O projeto, realizado por pesquisadores da Universidade de Delhi e da Escola Secundária Superior de Dhar, ambas na Índia, ocorria na Formação Lameta, no Parque Nacional de Fósseis de Dinossauro Bagh, onde foram encontrados 52 ninhos de Titanosaurus na região próxima à vila de Padlya.

Entre as descobertas, estava um ninho contendo 10 ovos, que incluía o ovo dentro de um outro ovo. A amostra continha duas camadas de casca, e uma delas teve que ser retirada pelo time de especialistas para que sua microestrutura pudesse ser investigada em laboratório.

A pesquisa também foi responsável por registrar o ovo a partir de imagens transversais minuciosas, que revelaram detalhes importantes para sua análise. Segundo a revista Galileu, o local onde os ovos foram encontrados foi datado de entre 66 milhões e 100 milhões de anos atrás.

Descobertas do estudo

Detalhes do ovo de dinossauro descoberto na Índia / Crédito: Divulgação/Guntupalli V. R. Prasad et. al

A partir das imagens obtidas do ovo e da análise da microestrutura de sua casca, os cientistas chegaram à conclusão de que a reprodução dos titanossauros era mais parecida com a das aves modernas do que com a dos répteis, porque a camada da casca era semelhante à de ovos encontrados dentro de ovos dos pássaros modernos.

A principal hipótese é de que os dinossauros em questão podem ter evoluído para depositarem ovos em sequência, visto que todos os ovos dos ninhos encontrados no local eram do mesmo titanossauro.

O portal Phys explicou que o “ovo dentro do ovo” ocorre quando um deles acaba sendo incorporado em outro ainda em formação, ao ser empurrado de volta para o sistema reprodutivo da ave, algo que não ocorre geralmente em répteis modernos.

Para os pesquisadores, a descoberta mostra como esse fenômeno não é exclusivo para aves, acontecendo no passado com dinossauros. Eles consideraram, ainda, como “a primeira desse tipo em dinossauros e demonstra sua presença também em répteis, especificamente em dinossauros.”