Notícias » Antiguidade

Escavações revelam raro assentamento rural de 1.800 anos, na França. Confira imagens!

Local surpreendeu pesquisadores pela presença singular de uma planta europeia menos comum e inúmeros artefatos

André Nogueira Publicado em 04/05/2020, às 13h15

Assentamento medieval
Assentamento medieval - INRAP

A descoberta de um novo assentamento rural no interior da França pode revelar informações sobre a ocupação agrícola local entre a Antiguidade e a Idade Média. Revelado na cidade de Pertuis, foi encontrado durante obras de um projeto imobiliário, apresentando inclusive cerâmicas romanas e sepultamentos e diversos vestígios de plantações.

Existem artefatos que relacionam o local ao século 3º, marcado pela dominação romana, de quando é datado. Além disso, uma construção com salão central, adega e pátios adjacentes feitos em pedra e madeira foi analisada pelos pesquisadores.

Existe também uma bacia de decantação revestida com argamassa, que passou por várias reformas ao longo do tempo. Outros edifícios teriam sido elevados entre os séculos 4 e 5, com materiais locais.

Entre os vestígios do final do Período Romano, estão três túmulos e adjacências em edifícios previamente construídos. Em estratigrafias mais elevadas, começam a aparecer artefatos com identificação merovíngia, como placas em túmulos e artefatos domésticos. 

No último estrato, datado entre os séculos 4 e 6, há relíquias e vestígios que demonstram o estabelecimento da Era Cristã no local, incluindo depósitos de lixo com rastros de alimentos que comprovam momentos de desabastecimento e carestia. Também, foram reveladas diversas cerâmicas da época e partes de equipamentos rurais.

Todavia, que se destacou nessa descoberta foi a presença, detectada com análise química, de substâncias características do espinheiro, arbusto comestível europeu, em detrimento da ausência de vestígios de plantas comuns da França, como a oliva. Pouco documentado, o uso dessa planta pode ter caracterizado o local, provavelmente com algum uso tradicional e, talvez, farmacêutico.

Confira as imagens abaixo. 

Fragmentos em meio a sepultamento / Crédito: INRAP

 

Bacia em meio à estrutura de prédio / Crédito: INRAP

 

Fundações de argamassa de extensões arquitetônica / Crédito: INRAP

 

Fragmento de cerâmica da Era Cristã / Crédito: INRAP