Notícias » Cultura

Escritor lança livro de poemas sobre a efemeridade do tempo

Algo Antigo, de Arnaldo Antunes mescla poemas visuais e fotografias para retratar assuntos recorrentes na atualidade

Victória Gearini Publicado em 01/02/2021, às 15h21

Imagem meramente ilustrativa
Imagem meramente ilustrativa - Divulgação / Pixabay

No dia 12 deste mês, chegará às livrarias brasileiras a obra Algo Antigo, de Arnaldo Antunes, lançada pela editora Companhia das Letras. Neste novo livro de poemas, o compositor e poeta mescla diferentes elementos visuais para retratar a efemeridade do tempo.

[Colocar ALT]
Algo Antigo, de Arnaldo Antunes (2021) / Crédito: Divulgação / Companhia das Letras

Por meio de poemas visuais e fotografias, o escritor retrata o presente e o passado, como pode ser observado no trecho: "não tenho saudades / do que vivi // porque tudo / está aqui".

Em outro momento, o autor conduz o leitor a refletir sobre o eterno: "aqui jaz / o presente // eterno porque eterna // mente fugaz".

Com uma linguagem atual e contundente, o escritor utiliza, ainda, elementos humorísticos e sensíveis para falar de assuntos que pautam a sociedade nos dias de hoje, como o isolamento, o noticiário e a política.

"Naquele que talvez tenha sido o ano mais difícil de nossas vidas, ano de pandemia e de esboço de ditadura, Algo Antigo repercute a solidão de cada um 'isolado/ por um exército de desertos', cada um como uma 'multidão amputada'. Mas é 'enfiando a adaga do sentido na palavra' que cada uma dessas multidões recupera e refaz seus sentidos possíveis, prontos para o que foi, é e virá a ser", disse Noemi Jaffe, que assina a orelha da obra.

Disponível em pré-venda na Amazon, em formato Kindle e capa comum, Algo Antigo conta, ainda, com a colaboração de Marcia Xavier, responsável por elaborar a arte de capa desta obra. 


+Saiba mais sobre esta e outras obras relacionadas ao tema e disponíveis na Amazon:

Algo Antigo, de Arnaldo Antunes (2021) - https://amzn.to/2YzhBn7

Aspirando e Expelindo, de Gabriel Ferreira (2018) - https://amzn.to/3n8wK9S

Poesias, de Fernando Pessoa (1997) - https://amzn.to/37T3rlf 

Cem sonetos de amor, de Pablo Neruda (1997) - https://amzn.to/2Lqsq7X

Últimas Poesias, de Gabriel Rodrigues - https://amzn.to/3qHOOJV

Todos os contos, de Clarice Lispector (2016) - https://amzn.to/3qF3Z6F

Poemas, de Wislawa Szymborska (2011) - https://amzn.to/34f9Ki3

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp 

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W