Notícias » Estados Unidos

Escritora americana é presa após ser acusada de violentar filhos com ajuda do marido

Jennifer Wolfthal e Joseph Wolfthal estão sendo acusados de abuso contra suas três crianças adotadas; agora responderão na justiça pelo caso de maus tratos

Alana Sousa Publicado em 28/01/2021, às 12h00 - Atualizado às 17h44

Imagem da autora Jennifer Wolfthal, e seu marido Joseph Wolfthal
Imagem da autora Jennifer Wolfthal, e seu marido Joseph Wolfthal - Divulgação/ Gabinete do Xerife do Condado de Seminole

Segundo informações do site Daily Mail, a autora americana de 41 anos, Jennifer Wolfthal, foi presa — assim como o marido, Joseph Wolfthal, de 39 anos —, acusada de agressão contra seus três filhos adotivos.

A mulher, que ficou famosa ao publicar o livro infantil, A Real Friend (Um Verdadeiro Amigo, em tradução livre para o português), em novembro de 2020, já havia sido levada sob custódia no início do ano; ela permanece presa e sem direito a fiança.

O engenheiro, também acusado de violência, foi capturado na última segunda-feira, 25. Conforme noticiou a rede televisiva, Wesh2, o homem foi autorizado a pagar uma fiança de 210 mil dólares, algo em torno de um milhão de reais.

O Gabinete do Xerife do Condado de Seminole revelou alguns detalhes sobre o que acontecia com as crianças. Uma das filhas dos criminosos, uma menina de 8 anos, ficou hospitalizada por um longo tempo. Apesar de ter sido alvo das agressões dos pais, Joseph afirmou que os ferimentos eram frutos de “acidentes e quedas em casa”.

Todavia, no hospital, os especialistas começaram a duvidar da história após identificar marcas que apontavam para um cenário de maus tratos, e contataram as autoridades. Só então que mais sinais de abuso foram localizados nos outros menores.

Ainda segundo a Wesh2, as crianças foram enviadas para um orfanato, enquanto a dupla agressora responderá judicialmente por seus atos.