Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Guaraná Jesus

Xiran Jay Zhao experimenta Guaraná Jesus e viraliza: 'Amo que Jesus apóie os direitos trans'

Xiran Jay Zhao experimentou o refrigerante brasileiro Guaraná Jesus após participação na Bienal; entenda a confusão!

Fabio Previdelli Publicado em 05/07/2022, às 12h44 - Atualizado em 06/07/2022, às 12h28

Imagem ilustrativa do Guaraná Jesus - Divulgação
Imagem ilustrativa do Guaraná Jesus - Divulgação

No último sábado, 2, Xiran Jay Zhao esteve em São Paulo para participar de um encontro na 26ª Bienal Internacional do Livro, que acontece até o próximo dia 10, domingo. 

Seu romance de estreia, ‘Viúva de Ferro’ — que reimagina a  jornada da primeira e única imperatriz da China, Wu Zetian, misturando fantasia e ficção científica —, se tornou uma verdadeira febre, ocupando o topo da lista de best-sellers do The New York Times. 

Porém, além do encontro com seus fãs, a autore chamou a atenção por outro motivo, este um tanto quanto peculiar: o Guaraná Jesus. Tudo começou no domingo, 3, quando Xiran Jay Zhao publicou a foto de uma lata do Guaraná Antarctica: “Isso é uma bomba”.

Com isso, internautas passaram a sugerir que Xiran experimentasse o icônico Guaraná Jesus, algo que só foi possível após a ajuda de um fã. “Experimentei a versão do ‘sangue de Cristo’”. 

Tem gosto de algodão doce. Talvez melhor que o original. Amo que Jesus apoie os direitos trans”, declarou. 

A confusão se deu por conta do rótulo do Guaraná Jesus, que possui as mesmas cores da bandeira da comunidade de transgêneros, projetada por Monica Helms. No entanto, vale ressaltar que se trata apenas de uma confusão da autore. A embalagem do refrigerante não fora projetada para refletir as cores da bandeira. 

Então, um usuário a questiona: “Você já viu a bandeira do Espírito Santo? (Um dos 26 estados do Brasil)”; Xiran respondeu:'' Espírito Santo disse direitos trans”.

A criação do Guaraná Jesus

Apesar do nome, seu inventor não era nem um pouco religioso, muito pelo contrário, Jesus Norberto Gomes era declaradamente ateu. Como se não bastasse tamanha contradição, ele era um ateu com fama de comunista.

Nascido em Vitória do Mearim, no Maranhão, em 1891, se mudou aos 14 anos para a capital do estado em busca de um emprego. Sua primeira oportunidade não demorou surgir, foi trabalhar na farmácia Marques. Aos 20 anos se tornou empreendedor e abriu a farmácia Galvão. Pouco sabia, mas aquele momento mudaria sua vida para sempre.

Noberto Gomes tinha o hábito de batizar suas invenções como forma de homenagear uma das pessoas mais importantes de sua vida: ele mesmo. Foi assim como o Antigripal Jesus, o Xarope Peitoral Jesus e a Jesulina Pasta Dentifrícia. Dessa mesma forma foi com o Guaraná Jesus, criado em uma seção de águas gasosas e refrigerantes, algo que era comum nas farmácias da época.

+Saiba mais sobre a história do Guaraná Jesus aqui!