Notícias » Personagem

Escrituras recuperadas de Navio de Barba Negra podem derrubar mitos sobre o notório pirata

A equipe de resgate do navio "Vingança da Rainha Anne” se deparou com 16 correspondências que estavam debaixo d’água há 300 anos

Wallacy Ferrari Publicado em 10/03/2020, às 10h54

Ilustração de Barba Negra, o pirata mais famoso da história
Ilustração de Barba Negra, o pirata mais famoso da história - Divulgação/Disney

O lendário navio “Vingança da Rainha Anne”, guiado pelo pirata Barba Negra em expedições entre 1717 e 1718, revelou novos resquícios históricos que auxiliam na compreensão da atuação pirata no Reino Unido. Um trabalho de recuperação realizado nos artefatos encontrados nos destroços do navio analisaram 16 fragmentos de papel.

As cartas encontradas levantam a hipótese de que o pirata era alfabetizado e, possivelmente, tinha o hábito de leitura, contradizendo a ideia de que Barba Negra tinha uma postura bárbara e ignorante. Os papeis foram retirados de uma boca de canhão que estava tampada e selada com um pano, retardando a destruição das informações contidas nas cartas.

Apesar de 300 anos debaixo d’água, as relíquias conseguiram ser recuperados para leitura. Em 16 cartas, sete apresentaram textos legíveis. As escrituras encontradas continham anotações de livros e cópias de trechos, como alguns parágrafos de Uma Viagem ao Mar do Sul e Volta ao Mundo, por Edward Cooke. Além do trecho localizado, outros trechos com palavras incompreensíveis foram recuperados.

De acordo com Erik Farrel, curador da equipe responsável pela recuperação na QAR Lab, os saques dos piratas costumavam levar itens de todo o tipo de uso, podendo incluir livros. “Dado o nível de alfabetização da marinha Inglês, no momento, poderia ter pertencido a qualquer membro da tripulação”, afirmou Erik.


+Saiba mais sobre o tema por meio de grandes obras: 

Grandes Mistérios da História: A teoria da conspiração e os segredos por trás dos acontecimentos, de Sérgio Pereira Couto (2015) - https://amzn.to/2QHjs6p

Uma história dos piratas, de Daniel Defoe (2008) - https://amzn.to/3bMw7xe

Piratas no Brasil: As incríveis histórias dos ladrões dos mares que pilharam nosso litoral, de Jean Marcel Carvalho França e Sheila Hue (2014) - https://amzn.to/37Ax9cl

Meu pai, o grande pirata, de Davide Calì (Autor) - https://amzn.to/2uNpUkd

Breve História dos Piratas, de Silvia Miguens (2013) - https://amzn.to/2SEODjJ

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, assinantes Amazon Prime recebem os produtos com mais rapidez e frete grátis, e a revista Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.