Notícias » Espanha

Escultura de rosto feminino é encontrada em rio de Girona, na Espanha

A falta de intervenção humana no rio Onyar resultou em uma descoberta curiosa

Fabio Previdelli Publicado em 05/05/2020, às 14h23

Escultura encontrada no rio Onyar
Escultura encontrada no rio Onyar - Divulgação

O confinamento devido a pandemia de coronavírus obrigou centenas de pessoas a permanecerem isoladas em suas casas. A diminuição da atividade humana que interfere no meio ambiente fez com que as águas de rios se tornassem mais transparentes na cidade de Girona, na Espanha.

Essas circunstâncias permitiram que moradores de Cases de l'Onyar fosse surpeeendidas com o que descreveram como “uma espécie de rosto”. Assim, depois de entrarem no rio, guardas da patrulha da Polícia Municipal removeram do fundo das águas a face de uma mulher que pode ter sido esculpida com as chamadas Piedras de Girona.

A descoberta foi feita no trecho do rio Onyar que passa pela Ponte Eiffel, situada no bairro Mercadal. Segundo o prefeito de Girona, Lluís Martí, os especialistas de Cultura e do Museu de História tentam agora datar a peça que retrata o rosto de uma mulher com os olhos fechados que usa um cocar.

Segundo Martí, um especialista sugeriu que ela seja uma réplica do Êxtase de Santa Teresa, escultura de Gian Lorenzo Bernini. Além do mais, eles também tentarão descobrir de qual material a escultura é feita e qual seria sua localização antes de afundar no rio.

"Uma das hipóteses é que se tratava de uma peça ornamental da fachada de alguma casa", diz o prefeito, embora admita que não será fácil determinar sua origem porque "não está descartado que as fortes inundações da tempestade Glória possam ter arrastado a peça pelo rio abaixo”.