Notícias » Segunda Guerra

Esculturas que pertenceram a Adolf Hitler devem ser enviadas para museu

Os cavalos de bronze foram encontrados em 2015 e desde então geram debate sobre sua exibição. Entenda!

Penélope Coelho Publicado em 31/07/2021, às 09h27 - Atualizado às 11h31

Escultura de cavalo feita para Hitler
Escultura de cavalo feita para Hitler - Divulgação/ Wikimedia Commons/ Mundial Bavarian State Library

De acordo com informações publicadas pela revista VEJA, na última quarta-feira, 28, esculturas de cavalos de bronze, feitas pelo escultor Josef Thorak para o líder nazista Adolf Hitler, devem ser enviadas para um museu após longa batalha na Justiça.

Segundo revelado na publicação, os dois cavalos foram encontrados em 2015, durante uma operação que investigava o tráfico de arte. As peças haviam sido compradas há 30 anos por um colecionador.

Desde o achado, houve um longo debate para definir para qual lugar as esculturas seriam enviadas, inicialmente, a ideia de exibir as peças estava fora de cogitação, já que a exposição desses elementos poderia fazer alusão ao terrível período da Segunda Guerra Mundial (1939 – 1945) e ao nazismo.

Contudo, como propriedade do governo alemão, foi decidido que os cavalos serão enviados para um museu. De acordo com Stephan Klingen, historiador do Instituto Central de História da Arte de Munique, é melhor que as peças fiquem sob o domínio público e não de um colecionador.

“Não sobrou muito da Chancelaria do Reich, peça de grande destaque na propaganda nazista [...] Esses cavalos pertencem a um museu, não a um colecionador particular. É melhor que possamos vê-los”, disse em comunicado oficial para imprensa.