Notícias » Antiguidade

Espada que se acreditava ser da Idade Média tem, na verdade, 5 mil anos

Uma especialista em Oriente antigo encontrou a arma por acaso e descobriu que ela tem origem muito antes do período medieval

André Nogueira Publicado em 28/02/2020, às 13h00

Apresentação da espada
Apresentação da espada - Ca' Foscari Università in Venice

Cientistas revelaram que uma incógnita espada encontrada em Veneza, na Itália, que se pensava ser medieval é datada, na verdade, de 5 mil anos atrás, original da Anatólia, na Turquia. O raro objeto saiu do arquivo dos medievalistas do Museu da Ilha de São Lázaro.

Os pesquisadores ainda discutem se o artefato era de uso cerimonial ou se era uma arma ofensiva de batalha. O objeto foi encontrado por acaso por Vittoria Dall'Armellina, numa universidade regional de Veneza, durante uma vasculha, quando ela relatou que a espada não aparentava ser da época que fora catalogada.

A espada turca de 5.000 anos / Crédito: Ca' Foscari Università in Venice

 

Então, a especialista em armas do Oriente Médio antigo separou o objeto para análise. Quando Dall'Armellina parou para conferi-la, percebeu que ela era muito mais próxima das lâminas do tipo Arslantepe encontradas na região oriental da Turquia, de meados da Idade Antiga, do que objetos europeus medievais.

Serão realizados ainda novos testes que identifiquem a fonte exata dos materiais utilizados na composição da arma, como os metais e outros elementos ornamentais. Acredita-se que o objeto veio parar na Itália no século 19 durante alguma viagem vinda do Oriente.