Notícias » Espanha

Espanha: Dois menores de idade são detidos por suspeita de participação no assassinato de jovem homossexual

No começo do mês, Samuel Luiz Muñiz, que nasceu no Brasil, foi brutalmente espancado em frente a uma boate em La Coruña

Isabela Barreiros, sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 10/07/2021, às 11h29

Samuel Luiz Muñiz, jovem homossexual brasileiro espancado até a morte na Espanha
Samuel Luiz Muñiz, jovem homossexual brasileiro espancado até a morte na Espanha - Divulgação/Facebook/Arquivo pessoal

A polícia espanhola apreendeu ontem, 9, dois suspeitos que podem ter relação com o espancamento e assassinato de Samuel Luiz Muñiz, jovem homossexual que nasceu no Brasil. Ambos os detidos são menores de idade, como relatou o G1.

Quatro pessoas, entre elas três homens e uma mulher, foram apreendidas nos últimos dias por suspeita de terem participado do crime. Todos eles eram maiores de idade.

A Polícia Nacional informou via redes sociais: "Duas novas detenções, ambos menores de idade e de nacionalidade espanhola, relacionadas ao homicídio de Samuel, o que eleva para seis o número de detidos até o momento".

O crime chocou a Espanha e sua notícia chegou até o Brasil, país natal de Samuel Luiz Muñiz, auxiliar de enfermagem de 24 anos. O jovem estava em uma balada na cidade de La Coruña, na Espanha, quando decidiu sair para fumar em frente ao estabelecimento.

Na madrugada do último dia 3, ele foi espancado e encontrado inconsciente. Embora tenha sido socorrido, o brasileiro acabou falecendo na manhã do sábado seguinte ao linchamento. A autópsia informou que o óbito aconteceu após um traumatismo cranioencefálico grave causado por um chute na cabeça.

Uma onda de protestos pôde ser observada na Espanha no último mês, visto que o caso despertou grande indignação da comunidade LGBT+ e seus apoiadores, que encararam o ocorrido como um ataque ao grupo.