Notícias » Mundo

Espanha ordena sacrifício de 850 cabeças de gado confinadas em navio

Os animais foram bloqueados ao tentarem desembarcar em um país europeu por suspeita de doença rara

Wallacy Ferrari Publicado em 10/03/2021, às 09h39

Imagem ilustrativa de bois sendo transportados em navio
Imagem ilustrativa de bois sendo transportados em navio - Divulgação

O governo espanhol mandou sacrificar mais de 850 cabeças de gado que ficaram os últimos dois meses confinados em um navio instalado no mar Mediterrâneo em decorrência do bloqueio em seu destino final, na Turquia, com o temor do país do “vírus da língua azul”, como informou o portal UOL.

A doença é transmitida por insetos e não tem registros de infecção humana, mas teve a entrada bloqueada por autoridades turcas. A presença do vírus não foi confirmada na embarcação, mas um relatório veterinário divulgado pela Reuters revelou que os gados não estavam em boas condições de saúde — tanto pelos cuidados quanto pelo tempo de espera.

O barco também foi oferecido a outros países e esteve próximo de ser aceito pela Líbia, mas acabou retornando para o porto espanhol de Cartagena em 22 de fevereiro, sem conseguir desembarcar os animais. Agora, o abate foi determinado por autoridades após a descoberta de que 22 dos 895 animais já haviam morrido no mar.

O Ministério da Agricultura espanhol explicou que, "no momento da sua partida, o transporte estava coberto pela certificação das autoridades veterinárias espanholas, que garante a boa saúde dos animais”, como informou o jornal El País.