Notícias » Arqueologia

Especialistas acreditam ter encontrado cidade onde Jesus apareceu após ressuscitar

Emaús foi onde Jesus Cristo apareceu perante dois de seus seguidores logo após a ressurreição. Cientistas pensam ter localizado a mítica cidade

Vinícius Buono Publicado em 04/09/2019, às 12h00

Quadro de Duccio retratando a aparição de Jesus no caminho de Emaús
Quadro de Duccio retratando a aparição de Jesus no caminho de Emaús - Wikimedia Commons

Um time de arqueólogos composto por franceses e israelenses encontrou, em Israel, vestígios de uma fortaleza da Era Helênica que pode ter sido a cidade bíblica de Emaús, onde Jesus Cristo fez uma de suas primeiras aparições depois de ressuscitar, perante dois de seus seguidores.

As escavações na cidade de Quiriate-Jearim revelaram a fortaleza de cerca de 2.200 anos. Diversas outras do mesmo tipo já foram encontradas na região e existiam registros sobre elas, diferente dessa, que não está registrada em lugar nenhum.

Isso, junto com a localização, leva os pesquisadores a acreditar que se trata de Emaús, mencionada no episódio da ressureição de Jesus no Evangelho de São Lucas. Ainda assim, os arqueólogos procedem com cautela antes de determinar com cem por cento de certeza.

Pode ter sido, também, apenas uma fortaleza construída por Báquides, general Selêucida (um dos impérios que surgiu na dissolução do Império Macedônico de Alexandre, o Grande) que derrotou a revolta de Judas Macabeu, comemorada até hoje na festa judaica do Hanukkah.

Outras localizações já foram pensadas como sendo a misteriosa cidade. A mais aceita foi uma que, posteriormente, tornou-se a cidade bizantina de Emaús-Nicópolis, com o nome sendo preservado, inclusive, no idioma árabe, Imwas.

A fortaleza helênica encontrada faria mais sentido, porém, por se localizar próximo a Abu Ghosh, local onde a Arca da Aliança teria ficado antes de ir para Jerusalém e onde os participantes da Cruzada no século 12 construíram uma igreja cheia de detalhados murais, chamada Igreja da Ressurreição.