Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Biologia

Espécie de Zazu, de 'Rei Leão', corre risco de entrar em extinção

Mudanças climáticas no deserto do Kalahari oferecem risco para espécies

Éric Moreira, sob supervisão de Wallacy Ferrari Publicado em 21/05/2022, às 13h50

Zazu, personagem de 'O Rei Leão' (1994) e calau-de-bico-amarelo, espécie do personagem, em colagem. - Divulgação/Disney / Foto de Nel_Botha-NZ pelo Pixabay
Zazu, personagem de 'O Rei Leão' (1994) e calau-de-bico-amarelo, espécie do personagem, em colagem. - Divulgação/Disney / Foto de Nel_Botha-NZ pelo Pixabay

As mudanças climáticas, de forma geral, impactam grandemente na vida de diversas espécies de animais e plantas. Esses problemas ambientais, associados à ação humana no meio ambiente, trazem dificuldades para, por exemplo, a reprodução da fauna local, o que pode acarretar na extinção de diversas espécies.

Entre as espécies afetadas pelas mudanças climáticas, se encontra o calau-de-bico-amarelo, ave que inspirou a criação do personagem Zazu, de 'O Rei Leão' (1994). A espécie pode ser encontrada principalmente nas savanas africanas.

Calau-de-bico-amarelo. (Foto por Nel_Botha-NZ pelo Pixabay)
Calau-de-bico-amarelo / Créditos: Foto por Nel_Botha-NZ pelo Pixabay

Em estudo publicado na revista Frontiers in Ecology and Evolution, espécimes de calau-de-bico-amarelo tiveram seu comportamento analisado de 2008 a 2019, no deserto do Kalahari, no sul da África, como reportou a revista Galileu.

A reprodução se inicia no período de chuvas, e durante a procriação, a fêmea se fecha no ninho, onde fica por cerca de 50 dias, para chocar e cuidar dos filhotes. Até que esse período se passe, o macho é responsável por levar alimento à fêmea e aos filhotes, por uma única fenda no ninho.

Este tipo de ninho tem como objetivo garantir a proteção dos predadores, porém faz com que as aves tenham maior dependência de disponibilidade de recursos, como alimento, na região. Logo, com os aumentos de temperatura registrados na região, notou-se que a taxa de sucesso de reprodução caía conforme a temperatura aumentava. Não foram registradas tentativas de acasalamento bem-sucedidas acima dos 35,7ºC.

Até quando teremos o 'Zazu'?

Nicholas Pattinson, primeiro autor do estudo e ecologista na Universidade da Cidade do Cabo, na África do Sul, explica que "grande parte da percepção pública dos efeitos da crise climática está relacionada a cenários calculados para 2050 e além, no entanto, os efeitos da alteração do tempo são atuais e podem se manifestar não apenas durante a nossa vida, mas até em uma única década".

Segundo o pesquisador, até 2027 o calau-de-bico-amarelo não conseguirá mais se reproduzir no deserto do Kalahari.